top of page

JMJ 2023 – DEIXAR TRANSBORDAR UMA GRAÇA IMENSA

A experiência de igreja universal dos jovens da ADMA foi concluída: neste verão responderam ao convite do Papa Francisco para encontrá-lo no Campo da Graça, em Lisboa, por ocasião da XXXVII Jornada Mundial da Juventude. “Concluída”, porém, não é a melhor palavra para descrever esta experiência. Já se passaram duas semanas desde o meu regresso à terra de Sabóia e o mar de fotos, vídeos e mensagens, todos gerados pelos inúmeros encontros de graça vividos nesses apenas nove dias, falam de algo que ainda está mais vivo do que nunca.


Mas não é de se estranhar: dizem que isto acontece quando se toma Maria como exemplo de vida e como Ela “se levanta e vai apressadamente” numa terra desconhecida, rumo a um milhão e meio de irmãos e irmãs que gritam “Esta é a Juventude do Papa!”. Tudo floresce e ganha vida; acontece que acabam dançando, brincando e rezando juntos; começam a cantar (no metrô), a dormir (pouco), a comer (o que encontrar) e a trocar pulseiras e medalhas com aquela irmã brasileira que se aproxima de você porque leu "ADMA C'è" nas suas costas; acontece que aquela expressão, aquele verbo “levantar-se” assume também o significado de “renascer”, “despertar para a vida”.


Partimos em vinte e quatro, doze meninas e doze meninos, acompanhados por dois responsáveis, entre eles Pe. Alejandro – guia espiritual da ADMA mundial. Partimos em vinte e quatro e voltamos multiplicados de alegria. Alguns já se conheciam, outros eram novos no grupo e todos encararam esta experiência com motivações diferentes, com um destino na mente e uma cruz pessoal no coração, reconhecendo em cada um o mesmo chamado a se envolver, a se deixar desafiar e a se levantar apressadamente. “Apressadamente” aprendemos a levantar de manhã e trocar as mochilas à noite. “Apressadamente” atravessamos as ruas de Lisboa para chegar ao local da Via Sacra e da Vigília com o Papa. “Apressadamente” apaixonamo-nos por Lisboa e pelos irmãos que ali conhecemos, descobrindo uma ligação mais genuína do que a das redes sociais: a conexão que vem do encontro, da partilha, do amor e do serviço.


Lisboa, em nosso coração nunca mais será apenas Lisboa, mas antes um convite constante a “levantar-nos e ir apressadamente” para redescobrir aquele Amor que – como diz o Papa – “nos faz brilhar”. Será um lembrete constante para imitar aquela pressa – típica de Maria – “de quem recebemos dons extraordinários do Senhor e não podemos deixar de partilhar, para deixar transbordar a imensa graça que experimentamos”.



留言


LogoAdma2015PayoffADMA-OnLine_edited.png
bottom of page