top of page

A ADMA EM MADAGÁSCAR

Antes de mais nada, gostaríamos que nos contasse um pouco sobre você - De onde você vem?

Eu sou de Madagáscar.

- Algo sobre sua história e sua experiência de vida e fé?

Sou um sacerdote da Congregação Salesiana de Dom Bosco. Fui batizado apenas um mês após meu nascimento. Recebi os sacramentos em nossa Igreja Católica. Fiz parte da associação na Igreja e, como tinha intenção de viver a minha fé muito mais, em 2006 retirei-me para a vida religiosa.


- Há quanto tempo você é um SDB/FMA?

Desde 2006 ingressei em nossa congregação SDB e fiz a minha primeira profissão em 10 de setembro de 2010.

- Há quanto tempo é líder da associação?

Há dois anos sou um facilitador da ADMA em nossa vice-província MDG.

- Com o que e com quem você já trabalhou antes?

Anteriormente fui responsável pela associação CMB. Como sacerdote, trabalho com os necessitados.


E agora passemos à ADMA..... - Como e onde se desenvolveu a associação em sua província/região?

Em nossa província, a associação ADMA está presente em três regiões: Antananarivo, Betafo-Antsiabe e Mahajanga. O nosso ex-provincial Armand RANDIMBISOA começou a falar sobre a ADMA em 2019 e desde então a associação se desenvolveu porque muitas pessoas se interessaram pela espiritualidade da ADMA.


- Pode nos dizer quantos grupos locais existem hoje e quantos membros?

Como eu disse acima, o grupo está distribuído por três regiões. Agora os adultos são mais numerosos. Não tenho o número exato de membros, mas há cerca de 25 pessoas que já fizeram o compromisso. Mas o total de membros é superior a 40.


- Como está estruturada a associação em nível provincial e local?

Estamos no processo de estabelecer a organização em nível provincial. Há o animador espiritual (SDB ou FMA) e o responsável local da ADMA. Até agora temos permanecido nesta organização. Pensamos em instituir o conselho e o líder da ADMA em nível nacional. Até agora, cada localidade tem organizado um encontro mensal, dia 24 de cada mês.


- Pode falar-nos da sua vida e da sua caminhada na associação?

Quando eu era estudante de teologia, estudei a fundo a vida da Virgem Maria. Além disso, graças à formação recebida em nossa congregação, sobretudo como sacerdote, conheço bem a vida e o objetivo da associação.


- Como vive a relação com os outros grupos da Família Salesiana?

Há sempre trocas e atividades conjuntas, como o retiro da família salesiana, a festa salesiana e a formação...


- Olhando para o futuro, quais ideias e projetos você tem para preservar a fé entre as pessoas e promover o amor a Jesus na Eucaristia e a confiança em Maria?

O nosso desafio é viver bem a nossa espiritualidade e dar um bom testemunho. Insistimos na oração cotidiana e na vida fraterna. Devemos aprender sempre a nossa fé através da catequese e de outros ensinamentos.


- E para os jovens?

Para os jovens é importante convidá-los a fazer parte da associação e sobretudo a conhecer a fé através da catequese e dos vários cursos de formação.



- Alguma sugestão para a ADMA Primária para levar adiante o seu compromisso de animação global e aumentar a partilha e o diálogo entre os grupos?

A meu ver, é importante que a ADMA avance na frente da animação e da comunicação. Compartilhar as notícias é muito importante e incentiva os membros.

Pe. SOLONIRINA Berthin, Animador espiritual da ADMA-MDG

コメント


LogoAdma2015PayoffADMA-OnLine_edited.png
bottom of page